LÉO VINCEY - POETA,CRONISTA,CONTISTA ,LOCUTOR...


sábado, 30 de maio de 2009

O SOL E A LUA

Caminho solitário na noite,esperando o dia
Sei que aparecerás,mas estarei perdido
Até quando vai durar essa agonia?
Dura espera pra quem tem o coração partido

Torço pra um dia acontecer um eclipse
Nele estaremos juntos,não farei burrice
Todos pensam que nosso amor é impossível
Mudarei o mundo e isso será incrível

A partir desse dia,seremos exemplos de amor
Quem não se inspirou em ti musa da noite?
Nunca se quer foste um satélite
Brincaram contigo,fingiram até dor Dor que eu,inimigo dos vampiros,sinto
Ah,esse amor que trago no peito

Essa vontade de te aquecer,sei...não tem jeito
Quero uma mágica,sair desse labirinto
Minha eterna Lua,amada até e além do fim do mundo
Sonho contigo estar,desfazer essa maldição
Fazer com que saibam do meu sentimento profundo
Unir nossas almas em um só coração....

sexta-feira, 29 de maio de 2009

VOCÊ

Sentado à soleira desta porta
Vejo-o passar
A rua está tranquila,mas se estremece
Assim também fico
Coração na boca
Respiração difícil
Uma lágrima de alegria
Não me vê
Nem sabe de mim
Existo por você
Minha voz trêmula e abafada lhe chama
Teu olhar casto me hipnotiza
Não digo nada,a paralisia da emoção domina-me
Sorri ternamente,seguindo o seu caminho
Fico imobilizada,suspirando
Em seu retorno será diferente
O meu amor por você vai além de minha existência.

Código: T1233419

domingo, 24 de maio de 2009

TE AMO CADA VEZ MAIS...

video



Cada gesto de carinho é uma alegria imensa
Nos teus braços tenho a maior recompensa
A força que irradia de ti revigora minha existência
A ti devo o prazer das coisas mais simples,contigo não tenho carência

O que importa é o que vivo agora,pois que minha vida começou
É um começo(não terá meio nem fim),sinto-me nascendo para o mundo
A ti entrego meu amor de modo bem profundo
E o vejo crescer a todo instante,a chama dele mostra quem sou

Sigo firme na turbulenta estrada do amar
Minhas mãos estão juntas as tuas e isso me dá confiança
Sou menino nos mistérios do amor e tua voz me guia,me faz vibrar
Vibro com toda força,pois sem ti,mulher ,não tenho contança

Quem ama entrega sua felicidade à pessoa amada
Fazer-te feliz é o objetivo que persigo,sou falho,sei
Vivo os teus dias por inteiro,sempre te fazendo desejada
Se porventura uma lágrima de teu rosto escorre, é do amor que te dei.

sábado, 23 de maio de 2009

USA-ME,AMOR...

Amor...
Tu és a fonte da vida
O brilho que meus olhos ilumina
A ti não guardo segredos
Quero nesse momento desvendar-me por inteiro
Quero ser o que no deserto encontra o oásis.

Usa-me,amor...
Como o rio que vai ao encontro do mar
Ciente que seu destino é esse
Eis-me aqui,amor,uma metáfora alucinada
Sussurrando à natureza tua extrema beleza
Em qualquer momento,amor,usa-me...
Sou aquela que te completa,meu princípio,meio e fim...
Tenho erros amor,não nego...
Tua perfeição me guia.

Usa-me,amor...
Transformada estou por tua luz
Conceda-me o prazer de viver contigo até além-vida...

HORA DE DORMIR

O coaxar dos sapos embala o sono
Vaga-lumes iluminam a noite do menino
Os mosquitos se esquivam de línguas saperinas
Os uivos do lobo já não mais assustam
Sob luz de vela
A mãe conta uma historinha
O trenzinho avança pela estrada
Os apitos são sorrisos no rosto da criança
O sono tranquilo logo chega
Um beijo na testa sela a noite
Sonhos ficam mais felizes

UM AMOR PRA RECORDAR

Noites passei suando frio
Pensamento voltado a ti
Contornando as janelas da ilusão
Teu caminho,meu caminho segui
Tão diferentes,tão próximos
Seguias o teu destino
Em busca dele desejava
As decepções da vida
Pouco a pouco me mostrava
Um amor se revelava
Minha resignação,vontade o atraíam
Amor crescendo em ti
Em mim transbordando
Os respingos encharcando o teu peito
Tuas mãos chegando-se às minhas
Nossos olhos fitos confirmaram a união
Prazeres divinais,gozos intensos
Felicidade vivendo conosco
Ah amor...o sonho acordado
Despertar não quero...
Como aves do infortúnio
O frio
Arrepio
Calafrio
Dores
Dissabores
Sofrimento
O mundo caindo
Céu escurecendo
Eu te perdendo
A chuva,meus olhos
Raios,trovões,o coração convulso
As flores diárias,recordações desse amor
Breve,juntos estaremos
Teu túmulo,minha cama...



Publicado 23/10/2008
Código: T1243834

quinta-feira, 21 de maio de 2009

E DISSE ADEUS...

-Adeus...
Ela disse e sorrindo foi
Os meus olhos a seguiram
Turvos pelas lágrimas


Sem chão,
Flutuei no mar das emoções
Muitas guerras travei


Aquela pequena e poderosa palavra
Aquela que meu coração se recusa a repetir
Vive a atormentar minha mente
É meu mal,meu indescritível mal


A tristeza há de ser minha alegria,o meu lençol
Quero me embrulhar na melancolia
Quero ser bem íntimo da nostalgia
Quero que a saudade,a doce saudade me maltrate
Quero estar fora de mim e sentir pena
Pena é o que me invade,me angustia
Pena em soluços eu ter dito:
-Adeus...
Meus olhos se fecharam para a vida.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

O TEU BILHETE

As mãos suando,coração aos pulos,a voz presa
Um olhar distante,uma lágrima nos olhos e um abismo
Esperança,mistério,pseudos-segredos,o fim da beleza
Uma imagem tão bela,um desejo,o amargor do otimismo


Calúnias,lembranças,uma história,nós três
Um intruso,balas trocadas,noites de angústia,desespero
Vaivém,encruzilhada,novo caminho,apenas freguês
O labirinto,tua tatuagem,a pele,o tempero


Uma relação sem fim,o avesso da idealização
Separação disfarçada,mentes unidas pelo rancor
Corpos sedentos,o cio vicioso,na boca o frescor
A frase,o olho,as mãos,a certeza,a paixão.

sábado, 16 de maio de 2009

A UM SUBESTIMADO

Quando os olhos em ti puserem cisma
Abalando bem fundo a tua estrutura
Não te esqueças que o poço tem mais fundura
Cabendo a ti erguer-te sem se fazer de vítima


A crueldade dos homens é tão insana
Que não vendo neles o brilho da criação
Danam a maldizer o teu criar numa ação profana
Pobres e ínfimos vermes,sentem ciúmes da tua produção


Não te apequenes ante a tanta perversidade
Seja qual for a tua próspera habilidade
Creia em ti e isto para tantos basta


Não há por que buscar conforto em outra alma
Tu não estás sozinho,segues com calma
Nesse mundo ainda baila a mediocridade vasta.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

QUERO TER VOCÊ POR PERTO...



Quando os sonhos no coração nascem
Tudo o que se quer é vê-los crescer
Impossível imaginar que a alegria venha fenecer
O peito,máquina colhedora de dores e prazeres,faz os desejos crescerem

Uma necessidade louca de se ter o amor por perto
Invade,angustia,aflige,maltrata a enorme ansiedade
A simples ausência provoca desepero,põe na alma um aperto
Sou assim dependente de você,minha Verdade

Querer ter você por perto é desfrutar da beleza da vida,é amar sem fim
Saber que de tudo o que mais importa é ser o seu cais seguro
Com você estou em qualquer lugar ,meu presente,meu futuro
Quanto mais juntinho de você,mais quero estar meu amor,meu jardim...

Em você vejo flores raras e fico o dia perdida em mim e isso é certo
Envolvida que estou,só faço o que meu coração manda
Ele diz de maneira bem clara que em meu viver só você comanda
E até em pensamento vive dizendo:quero ter você por perto...

Publicado 15/05/2009
Código: T1596292

quarta-feira, 13 de maio de 2009

UMA AMIZADE MAIOR QUE A PRÓPRIA VIDA...

Vieste para a minha vida no momento em que tudo era incerto
Nossos caminhos tão diferentes resolveram se encontrar
A amizade é como a brisa,não escolhe por onde vai passar
Tu és essa brisa que refrescou o meu antigo deserto

Tinhas a vida marcada por dores e juntos descobrimos o viver
Viver que fez do meu deserto flores e de tuas dores,cores
Cores que também rechearam minha existência de sabores
Sabores que não conhecia e passamos a abandonar o verbo sofrer

É,uma amizade maior que a própria vida não pode ser medida
As palavras entre nós dizem o que dizem,evitam ser perigosas
De muitas formas tentaram nos envenenar,pessoas invejosas
Ah se elas soubessem o valor de uma amizade,só o tempo querida...

O Tempo,senhor de tudo,ainda há de mostrar a sua força
Não se perca com pessoas vis,deixa que Ele(o Tempo) a sua medida
Abra os olhos de quem é cego sem ser,isso passa
Continuemos assim,firmes na Amizade,alegria de toda uma vida.

13/05/2009
Código: T1591423

terça-feira, 12 de maio de 2009

QUANDO O CORAÇÃO CALA

Tum-tum,tum-tum...pulsa forte o coração
Tum-tum,tum...as batidas vão gritando
Lentamente o silêncio atormentando
Levando à boca a fria sensação

O medo invade,o corpo fica gélido
As mãos suam,a voz dá um estalido
Abafada fica de ansiedade
Querendo muito um gesto de bondade

Ah,amor cruel,dai forças a esse órgão
Para aliviá-lo dessa aflição
A dúvida atroz da correspondência

Faz dele vítima desse tormento
Eleva a arritmia,baixa a eloquência
Tum-tum,tum... emudece o sentimento.

18/12/2008
Código: T1341988

DE CORAÇÃO PRA CORAÇÃO

Pulsa rápido e sem vida
O querer apetecido
De uma lida tão sofrida
Amor não correspondido

A sina contrariada
Deu razão ao coração
-Vai,vença,é união
Junto dessa aliada

A Coragem se aninhou
Ungido pela saudade
Buscando a felicidade
Muitas pedras encontrou

Quer sagrar-se vencedor?
Acostuma-se com dor
Toda conquista é difícil
Sorriso é melhor indício

Acompanhado de flores
Vá espantando os temores
Sê justo ao teu coração
Entrega sem aflição

Amar também é sofrer
Às vezes tem desventura
Mas sua doce aventura
Diminui o seu doer

Meu coração fala ao teu:
-Meu pulsar é todo seu!!!!
Ouve esse desesperado
Ele só quer ser amado
27/10/2008
Código: T1250736

sábado, 9 de maio de 2009

Mãe – Uma justa Homenagem.

**Na pessoa da Mãe de meus filhos,a mulher que amo,uma homenagem a todas as Mães...

Não importa o idioma
Muito menos a época
O seu papel é de protagonista
Nós,coadjuvantes esforçados nos curvamos a ela.

O Homem,macho inseguro,com inveja se opõe
Ingênuo homem-criança,evolua...O poder dela é tremendo
A sua capacidade de resignação,doação,amor...supera
Supera preconceitos,preceitos
Vai até o infinito
Nosso amor começa no ventre
Partilhamos tudo com ela
Às vezes choramos por ela
Ah, lágrimas incontáveis
Vertam em nosso corpo como alegria
Como promessa de submissão.

Mãe,
De diversas formas você será homenageada
A história da humanidade mostrou e mostrará nossa gratidão
As suas mãos sempre estendidas
A sua voz,uma acolhida irresistível
O se olhar bondoso,firme cativante
Você é símbolo de vida.de perpetuação da espécie...
Nosso tudo,Como não seguí-la?
O seu melhor e mais caro presente é simples de ofertá-lo:
A nossa felicidade
Mesmo no seu dia esquece de si
Quer mesmo é a família reunida,unida...
Amar você tem que ser a razão de viver
As palavras são insuficientes para lhe fazer justiça
Mas uma frase tão simples e eficiente ainda é dita:
“_ Eu te amo,mãe”
O Coração festeja esse momento
A memória eterniza.

AMAR,AH...AMAR É...

Amar,verbo que não é solitário
Solitário é amar e não ser correspondido
Mas mesmo na ausência da correspondência
A alma repleta de desejos fica
E a solidão,fera implacável,tortura o ser
Minimizando a solidão,o coração palpita frenético
Ah,o ser que de sonhos vive,nas nuvens se embala
Doces nuvens
Amarga realidade
Ao Amor oferendas são entregues
Ele é um ente tirano,profanador,desejável...
Há quem o amaldiçoe ou o santifique
Sob muitas formas ele se manifesta
A pessoa almeja o quanto antes abraçá-lo
É objeto de consumo que nunca se acaba
Está acima de tudo e de todos
Não se mistura com sentimentos menores
É razão de vida ou morte
Amor,Amar,Amor,Amar...
Um par numa dança perfeita
O Amor nos toma e nos consome
O Amar é plenitude desse sentir
Amar,ah Amar...
Sem ti,o que há?

quinta-feira, 7 de maio de 2009

O CORPO FALA...SOMOS UM !



Não há como negar minha grande paixão
A visão por mais que se esquiva em nobre gesto
É a mola propulsora,nela tudo começa,não adianta protesto
É fácil perceber,ela nos hipnotiza,ficando difícil conter a emoção

Mas há que saber se existe reciprocidade nesse encanto
Para que a frustração não se imponha e apareça o pranto
A vida é uma aventura errante e meus olhos te procuram doce amante
Eles dizem tudo,mas tu te fazes de distraída e me deixas soluçante

A janela da alma filtra só o que interessa a sua verdade
Nela tu me tocas e meu olfato e paladar fazem festa
A cena mais romântica acontece com naturalidade
Eu,nesse momento, sou só vibração e nada mais resta...

O corpo fala...somos um,pra quê tanto mistério?Venha para mim
Meu amor a vida é curta,sou teu e me dissolvo nos teus braços
Ficarei seguindo esse sentir,não me preocupo com os passos
Vou tornar-me pó e minhas cinzas adubarão o teu jardim.

DECLARAÇÃO DE AMIZADE....

Ela tem início,meio e não se espera o fim
Não importa em que momento da vida surge
Uma única palavra ecoa,os ouvidos se deleitam ao sim
É,muitos serão os obstáculos,mas a esperança urge

Urge tão forte que não se olha para o lado e se quer a Verdade
As pessoas confiam,se fiam e enfiam a cabeça nela
Há quem chore e como não chorar se se sofre por ela?
Ah...Amizade por ti há que se declarar sem receio da maldade

O Mal caminha com o Bem lado a lado nesse mundo
Quem vencerá nessa disputa só o tempo dirá
Da vida o que se quer é que as palavras toquem fundo
Pra quem sabe no além se a alma acompanhará...

quarta-feira, 6 de maio de 2009

O BEIJA-FLOR



Tão pequenino,cheio de vida
A pressa é sua aliada
Seu pulsar é forte
Seu desejo de vida também

Vejo-o deslizando pelo céu
O espetáculo é lindo
Meus olhos se emocionam quando se aproxima
Vem,vem,vem meu lindo passarinho
Meu coração não é maior que o seu

Sua força,seu brilho fazem meus dias felizes
Alegria maior experimento quando em meu jardim vem brincar
As flores dele sentem saudades de você
Só de saber que minha comida não recusa,aumenta a minha vida

Beija-flor que suga as flores
O seu beijo sugou minha vida e sou feliz por lhe ver
UM dia voaremos juntos,nossas asas ruflarão aladas
E eu não estarei só...

terça-feira, 5 de maio de 2009

EU TE AMO TANTO,TANTO,TANTO,TANTO...

Não contenho a emoção que me invade
Ser racional é muito árduo
É meu coração quem comanda
Ele flutua no espaço imprevisível do amor
Já levei tombos
Escalavrado fiquei
Quase morri
Incrédulo,desconfiava da existência de um amar assim...
Vieste em momento salvador
Teu olhar
Meu olhar
Nosso olhar
O Amor enfim
Quis viver
Óh bendito sentimento
Fazemos um livro sem dizer palavras
Tudo em nossa volta favorece...
Quando chega a tempestade
A inevitável borrasca
Com afinco nos renovamos
Nosso amor não é perfeito
Ele é nosso e isso basta
A linguagem do amor não tem segredos
O segredo está na entrega
Quem se preocupa com a dor
Se evita amar,não vive,vegeta
Minha voz ressoa no universo
Faz eco da frase que te digo
Eu te amo tanto
Tanto
Tanto
Tanto
Tanto
Tanto
Tanto..
Não nego.

sábado, 2 de maio de 2009

A SEUS PÉS...

Com a testa nos seus pés pressionando os dedos
Assim me coloco na tentativa de expulsar os medos
Sei que meus gestos simbolizam um pedido de clemência
Por erros que não cometi,pois tenho decência...


A você me jogo por completo sem temer o que está em minha frente
Do próximo segundo nada conheço e não o temo
O amor que habita em mim torna meu ser um crente
Óh doce santa,por você em vida me cremo


O mundo é testemunha do meu sentimento infindo
Não se constranja se assim me curvo emocionado
Faço isso movido por amar demais e não ficarei calado
Quero gritar sem me importar se consideram isso lindo


A seus pés sempre ficarei,meu bem maior
Sou um homem que do amor fez seu caminho
Lambendo o chão por onde passa e engolindo espinho
Assim é o amor,faz-nos sofrer e com gosto entrego o meu calor.

À TRISTEZA

Reina em mim um monstro insano
Arbitrário,dilacerando o meu íntimo
Sem defesa me entrego e me engano
Que o que ele causa é bem mais que legítimo


Da janela vejo olhares apressados
Tenho pressa também,mas meus pés estão atados
Ele,ao perceber minha intenção,enfurece-se
Comanda meus sentidos e no corpo a lágrima desce


Ah,demônio vil que no ser humano em algum momento habita
Não deixe que em minha face transpareça a sua frieza
Se aos outros a menção do seu nome se evita


Em mim é como música fúnebre acompanhando o desencarnado
Em seu louvor escancaradamente grito:"-Óh Tristeza...
Não perca mais seu tempo em terreno tão minado!"